A empatia como um objetivo em 2023

 

Até “algum tempo” a “história” dizia-nos que a empatia era uma das coisas que distinguia os humanos dos animais. 

 

 

Mas, o primatologista Frans de Waal, no seu livro “The Age of Empathy”, demostrou que a “história não estava certa” e que a empatia é de facto visível e comum em humanos e animais.

 

 

“A empatia não é um luxo para os seres humanos, é uma necessidade!”

 

 

Então, porque vivemos numa época em que ser bondoso generoso,amável,prestativo, é visto com desconfiança? “Esta pessoa não pode ser tão boa assim! Ninguém dá nada a ninguém de graça”……

 

 

Porque estamos sempre à espera de receber o pior do outro? Será que realmente somos aquilo que oferecemos? 

 

 

Ou será que estamos em uma fase da vida, que mais vale desconfiar do que confiar na boa vontade? Será que a parte do nosso cérebro que acredita na empatia está adormecida, ou está “esquecida” por ser pouco utilizada? 

 

 

A empatia é uma qualidade valiosa que nos ajuda a sobreviver e viver em sociedade. 

 

 

Por nós… pelos nossos filhos.. pelos nossos amigos… pela nossa família… pela nossa sociedade e por àqueles que nem sequer conhecemos … tenhamos mais empatia em 2023.

 

 

Um bom ano!

 

 

Tiago & Sidy Guedes 

Comente