Como ter uma alimentação consciente em Dezembro

 

Dezembro, é a minha altura preferida do ano, não só por causa do Natal, mas também porque é o mês em que o meu filho faz anos. 

 

Mantenho a minha rotina normal de treino (um dos aspetos mais importantes como vais ler em baixo), coloco em prática algumas estratégias para gerir o stress normal desta época, e nas ocasiões especiais (aniversário do meu filho, festas de Natal, jantares, etc), procuro aproveitar ao máximo estes dias, sem com isso deixar de ter uma alimentação “consciente”.

 

Apesar de gostar muito deste mês, tento não me deixar seduzir pelo pensamento: “se vou sair da linha, então, mais vale aproveitar esta época e em 2023 entro nos “eixos” …”. Confesso-te que às vezes não corre como o planeado, mas, o objetivo não é ser perfeito, antes consistente e consciente.

 

Ao longo dos anos, comecei a descobrir certas estratégias que funcionavam bem comigo e com os meus Alunos e vou partilhar contigo algumas dessas estratégias.

 

1.º Gestão do Stress

 

Esta é uma época que por natureza os níveis de stress estão mais elevados – desde gerir as dinâmicas familiares, decidir em que festas e jantares vamos marcar presença, que presentes comprar…. tudo isto contribui para este aumento do stress.

 

O problema do stress é que se não for gerido, pode ser “mau” para a saúde mental, física e contribuir para algumas escolhas alimentares “não tão boas”. Quem nunca após um dia “daqueles”, ligou a televisão, se sentou no sofá e comeu (coloca aqui a tua tentação preferida) em piloto automático?

 

Por isso, vamos encontrar algumas estratégias:

 

Gratidão: é muito fácil nos esquecermos do verdadeiro significado desta época. A verdade é que ficamos tão anestesiados, que nos esquecemos do porquê de estarmos a celebrar estas festas. Faz uma pausa, e lembra-te do porquê das celebrações. Aproveita este breve momento para te “encheres” de gratidão. Quando sentes esta gratidão, o peso do stress começa a diminuir. Tira estes momentos sempre que os níveis de stress estiverem muito elevados.

 

Respira: se ainda não praticas meditação, ou alguma forma de respiração “consciente” (já reparaste que a palavra consciente é bastante utilizada neste texto? No fim explico o porquê) esta é uma das melhores alturas para começares. Neste texto (3 Dicas Rápidas Para Melhorares o Teu Estado de Espírito – TGFitstudio 3 Dicas Rápidas Para Melhorares o Teu Estado de Espírito – TGFitstudio) partilho contigo uma técnica muito simples de como diminuíres os níveis de stress  (só precisas de tirar 60 segundos do teu dia).

 

Compras: de acordo com alguns inquéritos de opinião, as compras de Natal, são um dos principais motivos para o aumento do stress. Então, o que fazer? Planear.

 

Tira alguns minutos para fazeres uma pesquisa online sobre ideias para presentes. Se optares por não fazer estas compras online, define antecipadamente em que lojas vais comprar esses presentes, define também um, ou dois dias, para fazeres essas compras e se o tempo permitir, faz estas compras em lojas de rua. Assim, ajudas o comercio local, evitas o ar condicionado e as enchentes dos shoppings (se tiver mesmo de ser num shopping, procura ir em horários com menos pessoas, como as primeiras horas da manha, ou o final do dia).

 

2.º Exercício Físico

 

Por norma, o exercício físico é uma das primeiras coisas que “fica em pausa”. “Não tenho tempo”, começa a tornar-se uma voz interior bastante audível. Quero este ano ajudar-te a mudar este pensamento, porque de todas as dicas que vais ler, considero manter, ou até mesmo começar em Dezembro uma rotina de treino fundamental: 

 

  • Vais tirar um tempo para ti;
  • Ajudar a diminuir o stress;
  • Gastar umas calorias;
  • E a que considero a mais importante – entrar o novo ano com o exercício físico como parte da tua rotina. Se o conseguires em Dezembro, então, o resto do ano vai ser “canja”.

 

Mas, se optares por não o fazer, fá-lo (mais uma vez) de forma consciente: em vez de: “não tenho tempo para treinar”, experimenta o seguinte: “eu escolho não dar prioridade à minha saúde, e por isso, escolho não treinar”. Quando mudamos a forma como pensamos (lê este texto da Sid sobre o assunto que está fabuloso A força do negativismo (e como transformar numa força positiva) – TGFitstudio ), e colocamos a responsabilidade da decisão em nós, a ideia de não dar prioridade ao treino deixa de ser tão sedutora.

 

Sei que esta é uma época que estamos com menos tempo disponível, não discuto isso, por isso, é importante planear o treino atempadamente na agenda – se o fizeres, vais ver que consegues tirar 30 minutos do teu dia para cuidares da tua saúde.

 

 

3.º Nutrição

 

E por último (mas não menos importante) a alimentação – eu sei, é difícil resistir a todas as coisas boas que o Natal tem para oferecer. 

 

Existem tantos doces e coisas boas, que é normal pensar: “vou aproveitar e para o ano começo/recomeço”, mas, o que descobri ao longo dos anos, é que a mentalidade do “tudo ou nada” não é a melhor opção – “enfiar a cabeça na areia” em dezembro, pode resultar numa maior desmotivação quando enfrentamos a realidade de janeiro. Por isso, vamos utilizar algumas estratégias para planearmos e escolhermos de forma consciente.

 

 

Proteínas – por norma, a primeira opção nesta época são os doces e pratos com mais hidratos de carbono e gorduras, o que resulta num menor consumo de proteínas. Uma das vantagens de manter um consumo adequado de proteínas é que esta ajuda a aumentar a saciedade, o que se traduz em menos calorias ingeridas. Mesmo nesta época, dá prioridade às proteínas, tanto nas refeições principais, como nos snacks/lanches – bacalhau, peru, ovos, polvo, iogurtes proteicos para os lanches, são algumas boas opções para começares a “compor” o teu prato principal, ou lanche.

 

Controlo de porções – emagrecer, manter, ou aumentar de peso corporal é um jogo de números – calorias gastas vs calorias consumidas – infelizmente para nós, estas calorias não deixam de contar durante as festas, mas se fizeres escolhas de forma consciente, podes evitar que um ganho normal de 1, 2 , 3 kg, passe para 5,6,7, 8 kg – experimenta colocar em prática estas sugestões:

 

1.º Diminui as porções por refeição (por exemplo: utiliza pratos mais pequenos, como o de sobremesa) e lembra-te: primeiro as proteínas;

 

2.º Enche o prato de vegetais, pois este tem poucas calorias e ajudam a “encher” estômago (cuidado apenas com a quantidade de azeite no tempero);

 

3.º Opta por bebidas sem calorias, ou bebe com consciência. As bebidas líquidas, como por exemplo o álcool, podem adicionar muitas calorias a uma refeição. Troca estas bebidas por água, um chá, ou em último caso, bebidas zero calorias, como a cola zero, fanta zero, ou ice tea zero;

 

4.º Saboreia os doces – escolhe 1, ou 2 doces (os que gostas mais), e não repitas. Em vez de quantidade, opta pela qualidade – saboreia o momento – come mais devagar e com consciência plena;

  

Mantém-te firme nos teus objetivos, não te esqueças de colocar a tua saúde em primeiro lugar e aproveita com consciência as datas festivas que se avizinham.

 

Estamos Juntos!

Tiago Guedes

 

PS: a palavra consciência surge com bastante frequência neste texto, pois, quando tomamos decisões com consciência, assumimos a responsabilidade dessas escolhas. Quando assumimos que temos o poder de escolher, então, assumimos também que somos os principais responsáveis pela qualidade de vida que temos.

 

PS 2: se precisas de ajuda para de forma consciente 😉 já em Dezembro, começar um programa de treino, clica no link e marca a tua visita!

Comente