O ABC dos Suplementos – O que é a proteína Whey?

O ABC dos Suplementos - O que é a proteína Whey?

A proteína Whey é um suplemento alimentar que é feito a partir do soro do leite. Tem um alto valor nutricional devido ao alto teor em aminoácidos essenciais, de origem animal.

 

Esse processo é obtido por meio de uma pasteurização, filtração e microfiltração. É essa quantidade de filtragens que vai dar qualidade e o tipo obtido, como o isolado, concentrado e hidrolisado.

 

O seu alto teor em proteínas faz com que a proteína whey seja um produto capaz de oferecer uma dose extra de proteína, trazendo benefícios como por exemplo: uma melhor recuperação muscular, desenvolvimento dos músculos, fortalecimento do sistema imunitário, etc.

 

A quem se destina?

  • Aos que praticam exercício fisico e necessitam de um aporte proteico maior.
  • Pessoas com baixa ingestão de proteínas na alimentação. 
  • Pessoas que desejam emagrecer, pois a proteína é um nutriente que traz saciedade.

É Importante reforçar que o Whey é um suplemento, portanto, não anula a importância de consumir proteína regularmente na rotina alimentar. 

 

Além disso, deve-se ter atenção se já existe um consumo adequado de proteínas, antes de iniciar a sua suplementação. Por isso, procura sempre a ajuda e recomendação de um nutricionista.

 

Que tipos de Whey existem?

Os três tipos de Whey mais conhecidos são:

 

  1. Concentrado – passa por uma filtragem e contém gordura, lactose e minerais. Tem um percentual de proteína menor que os demais. Seu processo de absorção é mais lento, mantém a nutrição por um período mais prolongado.
  1. Isolado – é obtido através de uma filtragem e técnicas mais rígidas, que faz com que a proteína se separe da gordura e da lactose, obtendo a proteína em sua forma mais “pura”. Tem cerca de 90% de proteína, baixo teor de gordura e hidratos de carbono. Tem sua absorção mais rápida. Pode ser uma opção para aqueles que tem alergia ou intolerância a lactose.
  1. Hidrolisado – tem uma produção um tanto mais complexa, pois passa por um processo de quebra dos aminoácidos, facilitando a digestão e absorção. É enriquecida de BCAAs e enzimas digestivas.

Para além do Whey, existe também outras opções de origem vegetal que são provenientes dos cereais, como o arroz e a aveia, das leguminosas, como a soja e a ervilha, e do cânhamo. 

 

Como e quando utilizar?

As instruções variam de acordo com os objetivos, necessidades nutricionais de cada pessoa e até com o tipo de treino. Por exemplo, programas de treino intensos, que causam danos teciduais, como por exemplo: o treino com pesos, podem exigir um consumo maior de proteínas para reparar esses tecidos.

 

O consumo dos diferentes tipos de proteína deve ter sempre em atenção a alimentação, o consumo de proteínas ao longo do dia, ser ajustado às diferentes alturas do dia e às exigências do organismo em cada uma delas.

 

Por exemplo:

 

  1. Ao acordar

Neste caso é aconselhável tomar uma proteína de média absorção (proteína do ovo) ou de rápida absorção (whey protein).

 

  1. Antes do treino

Neste caso, deverá garantir que o organismo não está a utilizar as proteínas do músculo para obtenção de energia durante o treino. O ideal seria tomar uma proteína de rápida absorção (whey ou mistura de proteínas vegetais).

 

  1. Depois do treino:

A proteína mais aconselhada para esta altura é a Whey, por ser de rápida absorção e esta refeição deve ser acompanhada de alguma fonte de hidratos, para ajudar ao início da recuperação pós-treino. Se fores vegan. vegetariano ou intolerante à lactose, o ideal seria a mistura de proteínas vegetais ou a proteína de cânhamo, que são boas alternativas.

 

  1. Antes de dormir

A partir do momento que nos deitamos, ficamos muitas horas sem consumir proteína. O aconselhado será ingerir uma proteína de libertação gradual ou de lenta absorção (concentrada, caseína ou soja).

 

Naturalmente que, se tiveres um consumo adequado de proteínas ao longo do dia, não precisas de utilizar whey, em todos estes momentos. Os suplementos devem ser isso mesmo, um suplemento à alimentação e quando bem utilizados podem ser uma boa ajuda.

 

Precisas de criar uma alimentação de sucesso? Se sim, podemos ajudar, clica no link e marca o teu coaching nutricional!

 

Estamos Juntos!!

Tiago Guedes & Mila Braga 

Comente